Archibaldo Figueira – Cadê o Brasil que estava aqui?

A iniciativa da instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar a venda de terras brasileiras a pessoas físicas e jurídicas estrangeiras foi o verdadeiro motivo da cassação do mandato do deputado Márcio Moreira Alves (MDB-GB), em 30 de dezembro de 1968. Este argumento fortaleceu-se com a descoberta, em uma casa de Eldorado do Sul (RS), do Boletim Informativo 182, da Divisão de Segurança e Informações do Ministério da Educação (?!), datado de 15 de outubro de 1968, antecipando: “o deputado Márcio Moreira Alves vai dizer amanhã na tribuna da Câmara que o seu discurso do dia 2 de setembro não teve o objetivo de injuriar as Forças Armadas, mas sim de condenação dos crimes praticados por alguns poucos e aos que protegem os culpados, usando indevidamente o direito de falar em nome dos militares.

Continuar lendo

Anúncios

Memórias do Araguaia, por João Amazonas

Fonte: Fundação Maurício Grabois. Depoimento colhido em agosto de 2001, na sede do PCdoB em São Paulo.
Transcrição: Diego Grossi Pacheco
HTML:
Fernando A. S. Araújo.

Memórias do Araguaia

João Amazonas

Agosto 2001

A Guerrilha do Araguaia teve grande importância no processo de derrota do regime militar e na redemocratização do país.

Para se compreender a dimensão do que significa a Guerrilha do Araguaia é necessário analisá-la historicamente.

Somente assim se pode ver a grandeza do movimento empreendido por um partido ainda pequeno, acuado por uma ditadura feroz que assassinava a sangue frio. O Partido meteu as caras e fez uma resistência armada daquele tipo. Dentre os exemplos de luta que existiram, o Araguaia é um fato grandioso, que marcou a história do nosso país. Nós estamos percebendo que, cada vez mais, se reconhece a importância desse acontecimento histórico.

Continuar lendo