Estado fascista e colonial sul-coreano prende patriota pró-reunificação

Texto do Centro de Estudos da Ideia Juche – Brasil. Site do CEIJ: http://solidariedadecoreiapopular.blogspot.com.br

Nota do Centro de Estudos da Ideia Juche – Brasil sobre a prisão do lutador pró-reunificação Ro Su Hui pelo estado fascista-colonial da Coreia do Sul
Ro Su Hui ao chegar a Seul

O regime fascista sul-coreano cometeu hoje um de seus vários crimes contra a tendência dos tempos e a demanda comum de todo o povo coreano pela reunificação pacífica e independente do país, sem a interferência de quaisquer potências estrangeiras. Ro Su Hui, vice-presidente da Aliança Pan Nacional pela Reunificação da Coreia, sul-coreano que havia visitado a República Popular Democrática da Coreia no dia 24 de março para atender às atividades que lembravam o aniversário de 100 dias da morte do dirigente Kim Jong Il, retornou para a Coreia do Sul hoje, no dia 5 de julho de 2012, através de Panmunjon, e foi barbaramente preso logo após pisar no local onde já é considerado território da fascista “República da Coreia”.

Continuar lendo

Norte-coreana sequestrada pelo governo sul-coreano na fronteira com a China

Pyongyang, 3 de julho (KCNA) — Mulher da República Popular Democrática da Coreia (RPDC, vulgarmente conhecida como Coreia do Norte), Pak Jong Suk, foi entrevistada por repóreres coreanos e estrangeiros dia 28 de junho.

Ela retornou à Coreia do Norte após ter sido levada para a Coreia do Sul.

Pak Jong Suk pôs a nú a verdade por trás da algazarra sobre “desertores do norte” instigados pelo regime fantoche sul-coreano, e sua situação miserável. Disse que o “governo” sul-coreano está usando “desertores” em sua campanha anti-RPDC de “direitos humanos”.

Ela continua:

Os desertores são uma escória que fazem um porto de rancor contra o sistema da RPDC ou cometeram crimes na RPDC antes de fugir. Fazem confrontos desesperados com a RPDC para conseguir algum dinheiro em troca pelo agrado ao grupo conservador da sul-coreano.

Continuar lendo