RSS

CIA recrutou mais de 1500 mercenários afegãos para lutar na Líbia

17 jul

“A Agência Central de Inteligência [CIA] dos Estados Unidos recrutou mais de 1.500 homens da região de Mazar-e-Sharif, no Afeganistão, para lutar na Líbia. Fontes militares disseram ao jornal The Nation que “A maioria dos homens foram recrutados do Afeganistão. Eles são uzbeques, hazaras e persas”
Segundo a TV Al-Jazeera, diversas imagens de “rebeldes” mostram combatentescom vestimentas afegãs, e não líbias.

Fontes em Quetta, disseram que “Alguns uzbeques e hazaras do Afeganistão foram presos em Balochistan. Eles viajarem ilegalmente do Paquistão, passaram pelo Irã e desembarcaram na Líbia, protegidos pela Otan. Relatórios da Al-Jazeera revelam que além dos combatentes transportados por aviões, mais de 60 afegãos, na maioria crianças e adolescentes, foram encontrados mortos por sufocamento dentro de um contêiner, no sudoeste do Paquistão, em uma tentativa aparente de ingressar na Líbiapor via marítima.

Mais de 100 imigrantes ilegais foram descobertos a 20 quilômetros da cidade fronteiriça de Quetta, na semana passada no interior do contâiner, que tinha sido trancado por fora.

Rebeldes financiados pela CIA

As fontes da TV Al-Jazeera disseram que “A CIA financiou os rebeldes da Líbia com dinheiro e armas.” Em uma entrevista com o prefeito de Nova York, o judeu sionista (racista) Michael Bloomberg, ele afirmou que os líderes dos rebeldes da Líbia viajaram para Istambul buscando legitimidade e dinheiro. “Eles vão sair com o reconhecimento oficial dos EUA e 31 outros países. Quanto ao dinheiro, eles vão ter que esperar”.

A decisão do prefeito de Novaiorque de tratar diretamente com osrebeldes, reconhecendo-os como “autoridade legítima do governo” na Líbia, é um passo fundamental para liberar alguns dos bens congelados do governo líbio, transferindo-os para os rebeldes em trocada missão de derrubar o líder Muamar Kadafi.

Segundo a secretária de Estado Hillary Clinton, “Nós ainda temos de trabalhar através de várias questões jurídicas, mas esperamos que esse reconhecimento permitirá que os rebeldes líbios tenham acesso aosfundos congelados e a diversosoutros financiamentos”.

Em causa estão cerca de US$ 34 bilhões em ativos congelados – roubados – do governo líbio, sequestrados pelas instituições dos EUA emais US$ 130 bilhões de dólares congelados nos países da Comunidade Econômica Européia. Falando por telefone a partir de Istambul, o porta-voz do Conselho Nacional de Transição Mahmoud Shammam afirmou que pretende resgatar mais de US$ 100 bilhões em fundos congelados – direto do governo e de empresas líbias que cometeram o erro de confiar nos bancos norte-americanos e europeus.

Muito dinheiro em jogo

Nas próximas semanas, os funcionários dos EUA vão consultar os parceiros do CNT sobre os métodos mais eficazes e adequados para fazer assistência adicional significativa aos fundos disponíveis, de acordo com um funcionário do Tesouro dos EstadosUnidos que não estava autorizado a discutir o assunto publicamente.

Shammam disse que a CNT precisa de US$ 3 bilhões para cobrir o orçamento de seis meses de guerra. O conselho está buscando empréstimos garantidos por contratos para exploração de petróleo e gás natural na Líbia para ospróximos anos.

O reconhecimento dos rebeldes por parte das nações européias eEUA podem legalmente permitir às nações comprar a empresa estatal de petróleo da Líbia, que controla a rica parte oriental do país. Duas empresas estrangeirassaíram na frente: a Eni SpA da Itália e a francesa Total SA.

Segundo Gary Clyde Hufbauer, pesquisador sênior do Instituto Peterson para Economia Internacional, em Washington “As questões legais estão sendo manipuladas. Se Obama e Clinton querem pagar os rebeldes, os seus advogados podem inventar muitas questões legais para justificar o ritmo escolhido, e a exigência principal é prender ou matar o Kadafi.”

Os EUA prevê um “curto espaço de tempo” para liberar alguns dos ativos do governo líbio congelados pelos EUA.O porta-voz do Departamento Mark Toner disse que o presidente Barack Obama assinou uma ordem em 25 de fevereiro de congelamento de todos os ativos do governo da Líbia e de empresas e indústrias líbias nos Estados Unidos. Como uma questão prática, a maioria dos US$ 34 bilhões está vinculada a interesses de propriedade complicada, incluindo participações em empresas não negociadas publicamente ou imóveis, de acordo com o funcionário do Tesouro.

A mecânica de como os EUA vão descongelar ativos ainda tem que ser trabalhado, e os valores podem superar em muito os números até agora anunciados. As sanções das Nações Unidas contra a Líbia permaneciam um obstáculo aos esforços para conseguir dinheiro para os rebeldes,mas na semana passada o governo da África do Sul – sob pressão do governo norte-americano que ameaçou cortar a ajuda militar àquele país – concordou em retirar o veto à utilização dos fundos congelados.

O Reino Unido e a França, que lideraram a campanha para derrubar Kadafi, ainda não anunciaram qualquer contribuição financeira aos rebeldes, a não ser as aeronaves que estão bombardeando a Líbia dia e noite.

O reconhecimento do governo provisõrio dos rebeldes líbios, violando todas as legislações nacionais e internacionais “vai permitir que a alguns países descongelaremdinheiro paraosrebeldes”, afirmou o ministro francês Alain Juppé.Ele disse que na França os valores congelados do governo líbio superam 250 milhões de euros.

Outras nações já encontraram os meios para agir neste sentido. A Itália irá abrir uma linha de crédito para os rebeldes usando como garantia bens congelados, e fornecê-los com 100 milhões de euros, informou o ministro das relações exteriores italiano, Franco Frattini.Ele disse que outros 300 milhões de euros serão liberados em duas semanas e, no total, a Itália vai emprestar 400 milhões de euros aos rebeldes.

Violação do direito internacional

O CNT espera mais US$ 100 milhões da Turquia dentro de três dias, informou Shammam.
O principal critério no direito internacional para o reconhecimento de um grupo rebelde denominado governo é de controle efetivo sobre o território. Legalmente, o reconhecimento do CNT é ilegal porque diversas cidades líbias continuam sob controle do governo de Muamar Kadafi, o que “indiscutivelmente constitue uma interferência ilegal nos assuntos internos”, disse Stefan Talmom, professor de Direito Internacional da Universidade de Oxford, em artigo para a Sociedade Americana de Direito Internacional.
Mas o direito internacional estásendo atropelado pelo Departamento de Estadonorte-americano, segundo o qual “uma série de ações dos rebeldes convencenceram os EUA a oferecer reconhecimento, incluindo um compromisso de prosseguir um processo de reforma, e buscar representação mais abrangente de líbios, politicamente, geograficamente e tribais”. Ora, tudo isso não passa de cortinas de fumaça porque é do conhecimento global que a CIA preparava e financiava, há décadas, os levantes no leste da Líbia para derrubar o líder Muamar Kadafi.

O Secretário-Geral Ban Ki-moon será a única pessoa autorizada pelo Grupo de Contato para negociar com ambos os lados na Líbia. Ban criará um conselho deapenas 2 ou 3 interlocutores de Kadafi e dos rebeldes, disse Frattini.

A campanha militar contra Kadafi vai continuar “indefinidamente” até que ele sejapresou ou morto, afirmou ministro do exterior britânico, William Hague, em Istambul, revelando os verdadeiros objetivos desta guerra de ocupação da Líbia.

As potências imperialistas querem neutralizar um líder nacionalista – Muamar Kadafi – que não permite a entrega das riquezas naturais do país para empresas estrangeiras. Afastando o único obstáculo para saquear as liquezas da Líbia, os abutres de Wall Street, da França e Inglaterra, estarão com o caminho livre para roubar o povo líbio impunemente.”

De: http://www.amarchaverde.blogspot.com.br/2011/08/cia-recrutou-mais-de-1500-mercenarios.html

Fonte primária: http://www.nation.com.pk/pakistan-news-newspaper-daily-english-online/Politics/31-Aug-2011/CIA-recruits-1500-from-MazareSharif-to-fight-in-Libya

 
Deixe um comentário

Publicado por em 17/07/2012 em Imperialismo

 

Tags: , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: